sexta-feira, 28 de maio de 2010

Apenas um Olhar

"Apenas um olhar mistério
Confuso de entender"
Apenas um Olhar - NX Zero 

Andando por um largo corredor vazio, ela estava sem rumo. Seu olhar tinha como destino o chão e seus pensamentos as nuvens. Seu cabelo sempre estava preso assim como as suas vontades.
Quando passei por ela pela primeira vez, ela me destinou um olhar poderoso que me deixou atordoado, seu olhar foi tão poderoso que me deixou dependente. Tinha decidido fazer o que fosse necessário para me aproximar dela e poder observar aquele olhar quantas vezes eu quisesse sem precisar fazer isso em segredo e quem sabe até mesmo decifrá-lo!
Quando consegui me aproximar dela, descobri um ser completamente incrível e que por mais improvável que fosse também costumava me observar. Embora fosse de estatura baixa, buscava sempre se mostrar uma garota forte, mas essa não era a verdade, por dentro sua fragilidade e delicadeza criaram em mim o desejo pulsante de protegê-la.
Sabia que era muito egoísmo querer que ela fosse só minha, pra falar a verdade acho que seria também uma grande invasão da minha parte buscar decifrar aquele olhar que me prendeu desde o primeiro momento. Quero apenas que ela esteja em segurança perto de mim.

P.S.1.: A gota d'água final que me fez voltar com o meu blog foi a Diná Santos e é pra ela que dedico esse texto. (sem segundas ou terceiras interpretações por favor!)
P.S.2.: Pra quem está chegando agora por aqui no blog e ainda não viu, indico o texto: Clichê

9 comentários:

Eduardo Montanari disse...

Gostei muito da primeira frase, pois a dualidade dela foi interessante:
"Seu olhar tinha como destino o chão e seus pensamentos as nuvens"
Porque muitas pessoas as vezes se perdem assim. Eu mesmo já o fiz muitas vezes.

SCULLYSTA disse...

ola Levi.que bom que voltou a postar!!!!!!!!fico feliz.bjs!!!!!!!!!!!!

Fábio disse...

eiiita ICEIA baum jão..

qdo vc falou de estatura baixa bateu na mesma hr diná..!

depois vamos conversar
kkkk

Levi Ventura disse...

Fábio doido!
Tu sabe que Diná lê esse blog né?!
É com você e ela viu!
Precisamos conversar sim, faz muito tempo.

Beth Muniz disse...

Oi menino,
Que bom que estas de volta.
Senti muito a tua ausencia.
Adorei o comentário que fizeste no Travessia.
Não suma de novo.
Adorei o texto. Mas, lembre-se, ninguém é de ninguém. E o que nos faz conquistar as pessoas... É a liberdade de escolha.
Grande, grande mesmo, beijo.
Valeu.

Marcelo A. disse...

Seja benvindo, Perigoso! Sentimos sua falta!

=D

Israel França disse...

Oi,não o conhecia. Vi seu comentário em meu blog e sei que foi a Sumie que te indicou. Obrigado. Se tiver algum texto pode publicar em meu blog também e eu coloco um link para seu. Não sei a causa de você ter sumido, mas deve ter sido algo muito importante. Nunca desista do seu blog, se você é mesmo o autor desse texto, você escreve muito bem.

Espera um pouco, vou ler "Clichê"

Henrique disse...

Um gesto não percebido por muitos podem mudar a atitude de outros.^.^

Sumie disse...

Levi voltou com tudo hein,maravilhoso texto.
Bjs!